Segunda a Sexta: de 07:00 às 17:00 Sábados: de 7:00 às 11:00
92 3234-1331
contato@laboratoriosreunidos.com.br
Controle Interno de Qualidade

O Controle Interno (ou material de referência) é responsável pelo monitoramento freqüente da reprodutibilidade da fase analítica, identificando e eliminando erros inerentes ao processo das análises quantitativas e qualitativas. Devido ao incremento de confiabilidade das análises, a implantação do Controle Interno tornou-se requisito mínimo para o funcionamento de laboratórios segundo as BPLCs, exigência em processos de Acreditação e obrigatório para laboratórios clínicos pela Resolução MS/RDC nº 302/2005.

Controle Externo de Qualidade

Controle de sistemática contínua e periódica, constituída por avaliações de resultados obtidos pelo laboratório na análise de materiais desconhecidos que simulam pacientes. Tais avaliações resultam de estudos estatísticos e análises de um grupo assessor, que apontam erros e possíveis causas, acertos e considerações sobre o desempenho global dos participantes. Relatórios são disponibilizados para o laboratório verificar seu desempenho, identificar melhorias relacionadas a sistemática de ensaio, equipamentos e corpo técnico. O Ensaio de Proficiência é uma ferramenta eficaz para determinar o desempenho da fase analítica do laboratório. Aliado ao controle interno e a uma gestão comprometida com a qualidade, promove um profundo conhecimento dos processos de análise e garante a confiabilidade dos seus resultados

Fruto da parceria com a SBPC/ML, o programa é aberto a todos os laboratórios clínicos da América Latina que desejam manter um compromisso com a melhoria contínua de seus serviços.

A ControlLab, empresa provedora de ensaio de proficiência acreditada pelo INMETRO e reconhecida pelo Ministério da Saúde, via habilitação ANVISA/REBLAS, é responsável pelo seu desenvolvimento, execução e gestão.

Os processos da ControlLab são conduzidos conforme ISO 17043 – Ensaio de Proficiência por Comparação Interlaboratorial, Procedimento ANVISA/REBLAS GGLAS 02/43, entre outros protocolos nacionais e internacionais.

Programa de Qualidade Externo em Microbiologia - Sociedade brasileira de Microbiologia (SBM)

O ensaio de proficiência, também conhecido como controle externo, é uma prova prática periódica. Uma sistemática de avaliação do desempenho analítico, por meio da qual os laboratórios analisam materiais similares aos da rotina, para avaliar, ajustar e padronizar seus processos junto ao mercado.

O controle interno é responsável pelo monitoramento freqüente da reprodutibilidade analítica, visando identificar e eliminar erros inerentes ao processo de análise.

Estes dois controles, aliados a uma gestão comprometida com a qualidade, promovem um profundo conhecimento dos processos de análise e garantem a confiabilidade dos resultados laboratoriais

Por estes benefícios a SBM buscou um provedor com competência e ética profissionais reconhecidas pelo mercado e optou por apoiar com exclusividade a ControlLab, que desenvolve serviços voltados para a qualidade técnica de laboratórios na América Latina desde 1977.

A ControlLab diferencia-se por buscar o aprimoramento contínuo, fundamentado em qualidade e confiabilidade. Característica que proporcionaram à empresa diversos reconhecimentos, como estar no primeiro grupo de provedores de ensaio de proficiência a ser acreditado pelo INMETRO/Cgcre em 2011, ser o primeiro do Brasil habilitado pela ANVISA/REBLAS em 2001 e conquistar o selo ISO9001, com a chancela Bureau Veritas/Inmetro e Bureau Veritas /UKAS, em 2003.

PEM – Programa de Excelência em Microbiologia

Esse programa é coordenado pelo Laboratório Especial de Microbiologia Clínica (LEMC) da Disciplina de Infectologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) – Escola Paulista de Medicina (EPM), sob a direção do Prof. Dr. Antonio C. C. Pignatari, Profª. Drª. Ana Cristina Gales e supervisão de Fernanda Matsiko Inoue.

Programa “5 S”

Etapa inicial e base para implantação da Qualidade Total, o Programa 5S é assim chamado devido a primeira letra de 5 palavras japonesas: Seiri (utilização), Seiton (ordenação), Seiso (limpeza), Seiketsu (higiene) e Shitsuke (autodisciplina). O programa tem como objetivo mobilizar, motivar e conscientizar toda a empresa para a Qualidade Total, através da organização e da disciplina no local de trabalho.

A metodologia possibilita desenvolver um planejamento sistemático, permitindo de imediato maior produtividade, segurança, clima organizacional e motivação dos funcionários, com consequente melhoria da competitividade organizacional.

Os propósitos da metodologia 5S são de melhorar a eficiência através da destinação adequada de materiais (separar o que é necessário do desnecessário), organização, limpeza e identificação de materiais e espaços e a manutenção e melhoria do próprio 5S.